Guardião da Verdade

Fórum para estudos teológicos.
 
InícioInício  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  Registrar-seRegistrar-se  MembrosMembros  GruposGrupos  Conectar-se  

Compartilhe | 
 

 TEMPORÃ E SERÔDIA CHUVAS - "A VERDADE"

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
silas G. de Souza



Número de Mensagens : 4
Idade : 59
Localização : São Paulo - Capital
Profissão : Motorista
Interesses : Divulgar e Pesquisar Ensinos Bíblicos
Data de inscrição : 15/12/2012

MensagemAssunto: TEMPORÃ E SERÔDIA CHUVAS - "A VERDADE"   1/4/2013, 10:31

AS CHUVAS
TEMPORÃ e SERÔDIA.
Joel 2: 23 – 28, 29
E vós, filhos de Sião, regozijai e alegrai-vos no Senhor vosso Deus, porque ele vos dará ensinador de justiça, e fará descer a chuva, a temporã e a serôdia, no primeiro mês. E há de ser que depois, derramarei o meu Espírito sobre toda a carne e vossos filhos e vossas filha profetizarão, os vossos mancebos terão visões. E também sobre os servos e sobre as servas naqueles dias derramarei o meu Espírito. (o grifo é nosso)
Estes textos bíblicos, vaticinados pelo profeta Joel cerca de 847 a.C. faz referencia à efusão do Espírito Santo, em forma de chuva. Em Israel a chuva chamada Temporã, ocorria no mês de Etanim ou Tisri
(I Reis 8:2) correspondente ao Mês de Outubro. Esta chuva dava inicio ao processo de germinação das sementes na lavoura, época em que era feita o plantio. Após esta data os lavradores aguardavam mais seis meses, correspondente ao mês de Abib ou Nisã, quando a lavoura já madura recebia a chuva Serôdia, que favorecia na produção dos primeiros frutos da cevada, trigo, as espigas, figos, e maças (Calendário Judaico – Prof. João Davis). Deus utilizou este fenômeno da natureza o ciclo hidrológico, introduzindo na mente do profeta Joel, que anunciou nesta metáfora o derramamento do Espírito Santo sobre o povo de Deus em forma de chuva Temporã e Serôdia. (Atos 14: 17 )
Chuva Temporã = Germinação
Chuva Serôdia = Colheita dos primeiros frutos
Existem duas formas de interpretação desta profecia por teólogos e leigos, a primeira que queremos relatar à dos cristãos Tradicionais, e a segunda à da própria Bíblia Sagrada.

(1º)OS TRADICIONAIS – Metódistas–Batistas–Adventistas-Presbiterianos–Congregacionais.
Reconhecem que o comprimento desta profecia, a efusão do Espírito Santo cumpriu-se no dia da festa de Pentecoste, cinqüenta dias depois que Cristo comeu a ultima páscoa com seus apóstolos e quarenta dias após sua ascensão. Que a festa do Pentecostes era celebrada em Jerusalém anualmente por todos os Judeus residentes e outros que estavam residindo em outras nações. “E cumpriu-se o dia de Pentecostes, estavam todos reunidos no mesmo lugar; e de repente vem do céu um som como de um vento veemente e impetuoso, e encheu toda a casa em que estavam assentados. E todos foram cheios do Espírito Santo e começaram a falar noutras línguas, conforme o Espírito Santo lhes concedia que falassem”. –Atos 2:1 a 4.
Com este fenômeno sobrenatural, deu inicio a grandes realizações de grandes maravilhas entre os primitivos cristãos com sinais de maravilhas, curas divinas e dons do Espírito Santo foram repartidos entre os discípulo (Atos 2: 43).
ASSIM DIZ A BÍBLIA:

O TEXTO DIZ QUE: “e fará descer a chuva temporã e serôdia no primeiro mês”. Joel 2:23 p.a.


Embora na chuva natural houvesse um intervalo de cinco meses, o derramar do Espírito Santo foi prometido dentro do primeiro mês à ocorrência em forma de chuva Temporã e Serôdia. Conforme a bíblia, não haveria intervalo do efeito da chuva do Espírito Santo.
Os apóstolos estiveram aprendendo de Cristo durante seu ministério de três anos e meio, suas mentes receberam a semente do Evangelho de Cristo e a Luz do Espírito Santo. Semelhante a semente na terra, os discípulos começaram a crescer na graça e no conhecimento pelo convívio com o Mestre, no dia de Pentecoste os apóstolos já se achavam na qualidade de plantas que necessitavam da chuva para produzir seus primeiros frutos. O que de fato aconteceu com os apóstolos. Para estes ocorreu o fenômeno da chuva Serôdia, a chuva para os primeiros frutos, as primícias do Espírito.
Porém no dia do Pentecostes (Atos 2) havia judeus vindos de vários países (14 nações) para a festa anual, estes eram simplesmente a terra que ao receber a semente do evangelho, lançado pelo apostolo Pedro creram e receberam a promessa do batismo com o Espírito Santo, (Atos 2: 38,39). Para estes últimos ocorreu o fenômeno da chuva temporã. A chuva que cai após o lavrar da terra, e o efeito foi confirmado. “E em toda alma havia temor, e muitas maravilhas e sinais se faziam pelos apóstolos”. Louvando a Deus, e caindo na graça de todo o povo. “E todos os dias acrescentava o Senhor à igreja aqueles que haviam de salvar”. Atos 2: 43,47.

Analisando as contradições dos tradicionais
A - Uma sincera e abnegada irmã pioneira do grupo tradicionalista Adventista do Sétimo dia, alcançou certo grau de luz em sua época e interpretou que aquele fenômeno foi a chuva temporã, encerou-se naquela geração e somente voltará a repetir entre o povo de Deus nos últimos dias, antes da segunda vinda de Cristo, quando acorrerá o derramar da chuva Serôdia. (Vida e Ensinos - Ellen G. White- Pag.188 – Casa Publicadora Brasileira).
Resposta - Assim diz a Bíblia: “Porque a promessa vos diz respeito a vós, a vossos filhos, e a todos os que estão longe; a tantos quantos Deus nosso Senhor chamar”. E os fiéis que eram da circuncisão, todos quantos tinham vindo com Pedro, maravilharam-se de que o dom do Espírito Santo se derramasse também sobre os gentios. Atos 2:39 cap. 10:45. Louvando a Deus, e caindo na graça de todo o povo. “E todos os dias acrescentava o Senhor à igreja aqueles que haviam de salvar”. Atos 2: 43,47.
Nossa irmã Ellen G. White alcançou um pouco mais de luz sobre este ponto e escreveu:
A promessa do Espírito Santo não é limitada há algum século ou raça. Cristo declarou que a divina influência de Seu Espírito estaria com seus seguidores até o fim. O Senhor está mais disposto a dar o Espírito Santo àqueles que O servem do que os pais a dar boas dádivas a seus filhos. O Espírito Santo deve ser encontrado com a verdadeira igreja”. (Serviço Cristão - pag. 250,25–Atos dos apóstolos pag.50,54,55”.
Quando será os últimos dias? a nos falou-nos nestes últimos dias pelo filho” – Hebreus 1:1 p.b.
Mas o Espírito expressamente diz que nos últimos tempos”. –I Tim. 4:1 p.a. - “Bem aventurado aquele que lê, e os que ouvem as palavras desta profecia, e guardam as coisas que nela esta escrita; porque o tempo está próximo”. (Apoc. 1:3)
A declaração destes três escritores define que o tempo final teve inicio nos dias de Cristo.
Pedro definiu a contagem dos tempos dizendo, “Mas, amados, não ignoreis uma coisa que um dia para o Senhor é como mil anos, e mil anos como o dia”. (II Pedro 3: 8) Segundo este calculo consideramos à semana da criação que teve seis dias. O nascimento de Cristo deu-se no ano quatro mil da era cristã, ou semelhante à quarta–feira quando já se começa a contagem para o fim da semana, dois mil anos passaram-se, vivemos na sexta-feira profética e muitos dizem ainda que não estamos no fim dos tempos.

B) - Ensinam que o dom de línguas estranhas ouvido no dia de Pentecostes foi utilizado para pregar o evangelho aos que estavam presentes. E que está deve ser a utilidade deste dom.
Resposta - Embora houvesse Judeus oriundos de quatorze nações para celebrar a festa do Pentecoste, o idioma utilizado era o hebraico conhecido por todo povo Israelita. Este foi o idioma falado por Pedro quando usou da palavra (Atos 2:14), note que não foi à manifestação do dom de língua utilizado para transmitir o evangelho mais sim a palavra de Pedro, em um único idioma.
Embora o Espírito Santo também distribuiu a alguns naquele dia o dom de interpretação (Atos2: 8)

C) - Também ensinam que à atuação dos dons como foi vista entre os apóstolos, existe hoje entre eles, pois mantém hospitais onde médicos através da medicina tradicional tratam os doentes e muitos enfermos são curados, e que o dom de línguas estranha existe entre eles, pois seus ensinos são escritos em vários idiomas.
Resposta - Os dons do Espírito Santo não são dons naturais, desenvolvidos na faculdade de medicina, e também o dom de línguas não se aprende em escola de idiomas. Note leitor que Pedro era um simples pescador, mas ao receber a chuva Serôdia, através de suas orações muitos foram curados e sua sombra libertava muitos enfermos (Atos 5:14) As línguas aprendidas em escola de idiomas não são estranhas alguém as conhece em nenhum texto bíblico é apresentado línguas estrangeiras mais sim línguas estranhas. O apóstolo Paulo esclarece dizendo: Porque o que fala línguas estranha não fala aos homens, senão a Deus; porque ninguém o entende, e em espírito fala de mistérios. “Não proibais falar línguas” – I Cor. 14: 2 v. 39 p.b.

D) - Os tradicionais também crêem que no ato do batismo nas águas, já recebem o batismo com o Espírito Santo, pois deduzem que o ministrante ao pronunciar a expressão em nome do Pai, em nome do Filho, e do Espírito Santo é concluído assim o Batismo no Espírito Santo. Sendo assim já recebem a chuva Temporã e Serôdia no ato batismal.
Resposta: Assim diz a bíblia:-
Eu vos batizo com água para arrependimento; mas aquele que vem após mim é mais poderoso do que eu; cujas as sandálias não sou digno de levar; ele vos batizara com oEspírito Santo, e com fogo” Mat. 3: 11 – O batismo com o Espírito Santo é atribuição de Cristo e dele somente. “ E eu não o conhecia, mas o que me mandou a batizar com água, esse me disse: Sobre aquele que vires descer o Espírito, e sobre ele repousas, esse é o que batiza com o Espírito santo”.(João 1:33)
O batismo com o Espírito Santo não é o batismo das águas, pois este é ministrado pelo ministro oficiante.

E) - Ensinam os Adventistas do Sétimo dia que, quem não obedece piamente aos Mandamentos não podem receber os dons do Espírito Santo.
Resposta: Assim diz a Bíblia:
Tu subiste ao alto, levaste o cativeiro; recebeste dons para os homens, e até para os rebeldes, para que o Senhor Deus habitasse entre eles”. (Sal. 68:18)
Figuras de relevo e de responsabilidade na pregação do evangelho foram arrebatadas a praticas contrárias à verdade do Evangelho. “E depois de terem jantados, disse Jesus Simão Pedro: Simão ama-me mais do que este? E ele respondeu: Sim Senhor; tu sabes que te amo. Disse-lhe Jesus Apascenta os meus cordeiros”. (João 21:15) - “E, chegando Pedro a Antioquia, lhe resisti na cara, porque era repreensível. Porque, antes que alguns tivessem chegado da parte de Tiago, comia com os gentios; mas, depois que chegaram apartou deles, temendo os que eram da circuncisão”. (Gál. 2: 11,15).
A irmã Ellen G.White mesmo sem guardar os mandamentos e até os combatendo-os antes de alcançar luz sobre a guarda dos mandamentos, já tinha visões e era cheia do Espírito santo. (Vida e Ensino Pag. 84)
A primeira reforma sobre saúde só veio em 1863, em Junho, isto é até aí, a igreja era dirigida por pessoas inabstinentes obtendo visões e dons, viagens espaciais etc.
Só em 1864, saiu o primeiro artigo sobre o assunto, mais de seis meses depois isto prova que o assunto não era de suma importância, visto José Bates advogá-lo há vinte anos sem ressonância (não venham alegar ignorância e mesmo depois da visão não houve interesse em publicá-lo.
Fund. da Mens. Pág. 111, 175, 208. (ver roda-pé desta pagina)
CONCLUSÃO:- “derramarei o meu Espírito sobre toda a carne” - Joel 2: 28 p.a.
e também sobre os servos e sobre as servas” – verso 29 p.a.
Desde o dia de Pentecostes, muitos pedem ansiosamente os dons do Espírito Santo e “Deus dará o Espírito Santo àquele que Lho pedir” Lucas 11: 11-13. Porém muitos recebem na qualidade descrita em Joel, qualidade de simples carne, e outros na qualidade de servos. Os servos e servas são motivados pelo Espírito Santo a obedecer a Deus, seus Mandamentos preceitos, e estatutos.
Os filhos da carne mesmo recebendo as chuvas do Espírito Santo são inclinados a carne não poderão salvar-se. “Porque a inclinação da carne é inimizade contra Deus, pois não é sujeita a Lei de Deus, nem, em verdade, o pode ser”. Rom. 8: 7. – Muitos grupos cristãos iniciaram pelo Espírito e terminaram pela carne. “Sois-vos tão insensatos que, tendo começado pelo Espírito, acabeis pela carne? (Gál. 3:3)


Portanto procurai com zelo os melhores dons; e eu vos
mostrarei um caminho ainda mais excelente.” - I Cor. 12: 31



AUTOR : Silas Gomes

Membro: ig. EV. PRIMITIVA (Minist. dos 10 MANDAMENTOS )
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
TEMPORÃ E SERÔDIA CHUVAS - "A VERDADE"
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Chuva Temporã e Serôdia
» O Bispo... será verdade ?
» Mudanças para as próximas convocações, será verdade????
» O castigo será maior para aquele que conhece a verdade
» Assembléias de Deus - O que há de verdade por de trás!

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Guardião da Verdade :: Assuntos Diversos :: Temas Religiosos-
Ir para: