Guardião da Verdade

Fórum para estudos teológicos.
 
InícioInício  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  Registrar-seRegistrar-se  MembrosMembros  GruposGrupos  Conectar-se  

Compartilhe | 
 

 Prodi­gios não são uma identificação final para os justos

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Ronaldo
Administrador
Administrador


Masculino Número de Mensagens : 125
Data de inscrição : 01/01/2008

MensagemAssunto: Prodi­gios não são uma identificação final para os justos   3/15/2008, 14:38

Prodi­gios e milagres não são uma identificação decisiva para o povo de Deus

"Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus. Muitos, naquele dia, hão de dizer-me: Senhor, Senhor! Porventura, não temos nós profetizado em teu nome, e em teu nome não expelimos demônios, e em teu nome não fizemos muitos milagres? Então, lhes direi explicitamente: nunca vos conheci. Apartai-vos de mim, transgressores da lei."

Porissocri disse que este verso refere-se aos espíritas, mas a expulsão de demonios está mais para as igrejas pentecostais do que para os espiritas que nem acreditam em demonios. Outro ponto a ser observado é a expressão "Senhor, Senhor", que é típico de cristãos.

Até que alguém me prove o contrário, também considero os versos acima, uma referência profética de Jesus aos falsos cristos e falsos profetas da atualidade. Pelas características citadas no texto, ao que parece, todas se encaixam SOB MEDIDA aos pentecostais e neo-pentecostais de hoje. Veja abaixo:

1. profetizar EM NOME DE JESUS
2. expelir demônios EM NOME DE JESUS
3. fazer milagres EM NOME DE JESUS

Observe que além dessas três características, há uma outra, situada nas entrelinhas: a ênfase sobre o NOME DE JESUS. Vc conhece algum outro grupo que cumpra os requisitos acima e não tenha sido citado?

O texto não deixa sombra de duvidas de que os protagonistas ainda estão no meio milagreiro, são os que ATUALMENTE continuam usado os milagres como meio de propaganda até mesmo para ganhar a salvação.

Para que não pairem dúvidas se a tradução é fidedigna, vejamos o que podemos encontrar, direto de nossas fontes conhecidas do grego:

Da Stephens 1550 Textus Receptus (transliterado)
kai tote omologhsw autoiV oti oudepote egnwn umaV apocwreite ap emou oi ergazomenoi thn anomian

Da Scrivener 1894 Textus Receptus (transliterado)
kai tote omologhsw autoiV oti oudepote egnwn umaV apocwreite ap emou oi ergazomenoi thn anomian

Da Byzantine Majority (transliterado)
kai tote omologhsw autoiV oti oudepote egnwn umaV apocwreite ap emou oi ergazomenoi thn anomian

Da Alexandrian (transliterado)
kai tote omologhsw autoiV oti oudepote egnwn umaV apocwreite ap emou oi ergazomenoi thn anomian

Da Hort and Westcott (transliterado)
kai tote omologhsw autoiV oti oudepote egnwn umaV apocwreite ap emou oi ergazomenoi thn anomian

Da Latin Vulgate
7:23 et tunc confitebor illis quia numquam novi vos discedite a me qui operamini iniquitatem

Da King James Version
7:23 And then will I profess unto them, I never knew you: depart from me, ye that work iniquity.

Da American Standard Version
7:23 And then will I profess unto them, I never knew you: depart from me, ye that work iniquity.

Da Bible in Basic English
7:23 And then will I say to them, I never had knowledge of you: go from me, you workers of evil.

Da Darby's English Translation
7:23 and then will I avow unto them, I never knew you. Depart from me, workers of lawlessness.

Da Douay Rheims
7:23 And then will I profess unto them, I never knew you: depart from me, you that work iniquity.

Da Noah Webster Bible
7:23 And then will I profess to them, I never knew you: depart from me, ye that work iniquity.

Da Weymouth New Testament
7:23 "And then I will tell them plainly, "`I never knew you: begone from me, you doers of wickedness.'

Da World English Bible
7:23 Then I will tell them, `I never knew you. Depart from me, you who work iniquity.`

Da Young's Literal Translation
7:23 and then I will acknowledge to them, that -- I never knew you, depart from me ye who are working lawlessness.

Fonte: Parallel Greek New Testament

Sobre o significado de anomia: http://www.searchgodsword.org/lex/grk/view.cgi?number=458

Outra referência:
http://cf.blueletterbible.org/lang/lexicon/lexicon.cfm?Strongs=G458&Version=kjv

De acordo com o "Pocket Lexicon Greek New Testament", pg. 24:
anomia, lawlessnes; especially disobedience to the divine law, sin.

Além do léxico acima, há outros léxicos e ferramentas de estudo do grego, que podem ser baixadas deste site: http://www.textkit.com/greek_grammar.php

Como podem ver, não há diferença alguma entre iniquidade e transgressão da lei. Aliás, se partirmos de sua etimologia, a própria palavra já começa com o prefixo de negação "a", associado à palavra lei que é "nomos". Daí, não restam dúvidas.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://foroadventista.com/index.php/board,17.0.html
Ronaldo
Administrador
Administrador


Masculino Número de Mensagens : 125
Data de inscrição : 01/01/2008

MensagemAssunto: Re: Prodi­gios não são uma identificação final para os justos   5/26/2008, 17:20

Vejam Mateus 7:21-23:
"Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus. Muitos, naquele dia, hão de dizer-me: Senhor, Senhor! Porventura, não temos nós profetizado em teu nome, e em teu nome não expelimos demônios, e em teu nome não fizemos muitos milagres? Então, lhes direi explicitamente: nunca vos conheci. Apartai-vos de mim, transgressores da lei."
O termo em negrito também é anomia. A palavra iniquidade não foi trocada por lei, mas "transgressão da lei", pois é isso que ela significa.
Para que não pairem dúvidas se a tradução é fidedigna, vejamos o que podemos encontrar, direto de nossas fontes conhecidas do grego:
Da Stephens 1550 Textus Receptus (transliterado)
kai tote omologhsw autoiV oti oudepote egnwn umaV apocwreite ap emou oi ergazomenoi thn anomian
Da Scrivener 1894 Textus Receptus (transliterado)
kai tote omologhsw autoiV oti oudepote egnwn umaV apocwreite ap emou oi ergazomenoi thn anomian
Da Byzantine Majority (transliterado)
kai tote omologhsw autoiV oti oudepote egnwn umaV apocwreite ap emou oi ergazomenoi thn anomian
Da Alexandrian (transliterado)
kai tote omologhsw autoiV oti oudepote egnwn umaV apocwreite ap emou oi ergazomenoi thn anomian
Da Hort and Westcott (transliterado)
kai tote omologhsw autoiV oti oudepote egnwn umaV apocwreite ap emou oi ergazomenoi thn anomian
Da Bible in Basic English
7:23 And then will I say to them, I never had knowledge of you: go from me, you workers of evil.
Da Darby's English Translation
7:23 and then will I avow unto them, I never knew you. Depart from me, workers of lawlessness.
Da Weymouth New Testament
7:23 "And then I will tell them plainly, "`I never knew you: begone from me, you doers of wickedness.'
Da Young's Literal Translation
7:23 and then I will acknowledge to them, that -- I never knew you, depart from me ye who are working lawlessness.
Fonte: Parallel Greek New Testament
Sobre o significado de anomia: http://www.searchgodsword.org/lex/grk/view.cgi?number=458
Outra referência:
http://cf.blueletterbible.org/lang/lexicon/lexicon.cfm?Strongs=G458&Version=kjv
De acordo com o "Pocket Lexicon Greek New Testament", pg. 24:
anomia, lawlessnes; especially disobedience to the divine law, sin.

Além do léxico acima, há outros léxicos e ferramentas de estudo do grego, que podem ser baixadas deste site: http://www.textkit.com/greek_grammar.php
Se partirmos de sua etimologia, a própria palavra já começa com o prefixo de negação "a", associado à palavra lei que é "nomos". Daí, não restam dúvidas.
ANOMIA = TRANSGRESSÃO DA LEI
Vamos ver se realmente não há diferença entre "iniqüidade" e "transgressão da lei":
iniqüidade
i.ni.qüi.da.de
sf (lat iniquitate) 1 Falta de eqüidade. 2 Qualidade de iníquo. 3 Ação ou dito iníquo. 4 Dir Rigor excessivo na aplicação da lei.

transgressão
do Lat. transgressione
s. f.,
acto ou efeito de transgredir;
infracção.

Sim, tem muita diferença !!! Não podemos simplesmente olhar no dicionário e pegar o primeiro significado que aparece para traduzir as escrituras. Tem que se levar em conta vários fatores como contexto, como a mesma palavra foi traduzida outras vezes nas escrituras, quem escreveu, para quem escreveu, etc.
Nada disso é levado em conta nas traduções cristãs. Simplesmente as doutrinas cristãs são formadas com base nas traduções, e depois as traduções são corrigidas segundo as doutrinas criadas sobre as traduções.
A bíblia tem seu contexto, o contexto judaico, e esse deve ser levado em consideração. No contexto judaico, "anomia" significa "transgressão da Torah", e é assim que deve ser traduzido, pois a palavra "iniqüidade" além de não corresponder ao verdadeiro significado da palavra "anomia", deixa o texto muito vago, pois em qualquer cultura existe pelo menos o conceito de "iniqüidade" e essa palavra será facilmente adaptada a cada cultura, enquanto o termo "transgressão da Torah" deixa bem claro o que significa pecado para o Eterno.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://foroadventista.com/index.php/board,17.0.html
 
Prodi­gios não são uma identificação final para os justos
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» (FEI-SP)-Identificação de reação Redox
» Identificação de Função Orgânica
» raciocínio lógico, os relógios
» Pulseirinha ou fita de identificação para o TAF
» Respondendo ao tópico do irmão Silas.

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Guardião da Verdade :: Assuntos Bíblicos :: A Lei de Deus-
Ir para: